Depois de lançar seu terceiro EP, o aclamado Raining Plague, em 2015, a banda de metal de Seattle, Beltfed Weapon, passou por momentos difíceis para conseguir músicos dedicados. Então, o fundador e guitarrista da banda, Frank Hetzel, decidiu resolver o problema por conta própria. Em vez de perder tempo testando novos músicos, ele escreveu um lote de canções por conta própria e depois recrutou uma formação de estrelas para trabalhar no novo EP, Darkened Demise.

Um veterano do mundo da música por duas décadas, Hetzel conheceu e fez amizade com alguns dos maiores artistas de vários subgêneros do metal ao longo dos anos. E assim que ouviram as novas músicas do Beltfed Weapon, membros de bandas tão diversas quanto Morbid Angel, Exhorder, Into Eternity, Arch Enemy, Black Label Society, Testament e Heathen ficaram ansiosos para ajudar. Trabalhar com músicos convidados talentosos não era um conceito completamente novo para Hetzel, que tocou com o baixista do Testament, Steve DiGiorgio, o ex-baterista do Marduk, Fredrik Widigs, e o guitarrista do Arch Enemy, Jeff Loomis, quando precisou de ajuda no estúdio para Raining Plague. Mas para Darkened Demise, Hetzel sabia o que queria desde o início e com quem queria trabalhar, e não poderia estar mais feliz com as cinco novas canções. “É definitivamente a melhor coisa que já fiz”, diz ele.

A primeira faixa do Beltfed Weapon em cinco anos, “Headfirst Into Hell”, é um ataque multidimensional que apresenta vocais limpos de Tim Aymar, do Control Denied (a última banda a incluir o fundador do DeathChuck Schuldiner). A música é ao mesmo tempo empolgante e turbulenta, repleta de riffs de thrash, bateria e contrabaixo de ritmos de prog/power metal; Kragen Lum, de Loomis e Heathen, adicionou solos de guitarra.

Loomis também tocou em “Accept Your Insanity”, que é finalizada pelo baixista do Black Label SocietyJD DeServio, e pelo baterista do Into Eternity, Bryan Newberry. A faixa-título do EP é um número apocalíptico de thrash-death que apresenta Steve Tucker do Morbid Angel, cujos rosnados ferozes contrastam com o canto mais melódico de Aymar (Tucker toca em duas das cinco músicas e Aymar comanda as outras três).

Darkened Demise é esmagador de crânios e musicalmente diverso. Mais do que isso, é um trabalho de amor – um projeto que Hetzel perseguiu sozinho com um grupo de amigos e convidados que ele convidou para o passeio.

“Foi um processo longo, mas muito terapêutico e gratificante”, conclui. “Ter todas essas pessoas que ouço há décadas é incrível. Se vendermos discos, ótimo, mas me sinto ótimo só de saber como tudo se juntou e como saiu bem.”

Confira o novo clipe de ‘Eternal Fire’ que estreou na Decibel !

Siga-os no Spotify e adicione-os às suas listas de reprodução!

Apoie a banda no Bandcamp!

https://beltfedweapon.bandcamp.com/track/eternail-fire

Apresentando um elenco de estrelas de músicos:

Frank Hetzel (guitarra, compositor)

Jeff Loomis – ( Arch Enemy ) (guitarra solo)

Kragen Lum ( Exodus / Heathen ) (guitarra solo)

Tim Aymar ( Control Denied / Pharaoh ) (vocal)

Steve Tucker ( Morbid Angel ) (vocal)

JD DeServio ( Black Label Society ) (baixo)

Jason Viebrooks ( Exhorder ) (baixo)

Dagna Silésia (baixo)

Bryan Newberry ( Into Eternity ) (bateria)

Siga a banda nestes links:

https://www.facebook.com/beltfedweapon/
beltfedweapon.bandcamp.com
https://open.spotify.com/artist/29UmL3qkm2Evn8gOZmC8kc
https://www.youtube.com/channel/UCTHXH8qSCYmPVVqQK2oXxFA
https://beltfedweapon.net/

Fonte: MDPR |Metal Devastation Radio

By Biano

Agente secreto URSAL a serviço no Brasil , curtidor de Músicas Subversivas e um tanto extremas, degustador de cerveja !

Deixe uma resposta