foto: Marcos Hermes

O grupo disponibilizou nessa sexta-feira (13 de outubro), de surpresa, o mais recente single do aguardado álbum Cycles of Pain

O Angra lançou, sem aviso prévio, na sexta-feira, dia 13 de outubro, mais um single do aguardado novo álbum de estúdio, Cycles of Pain. A faixa “Gods of the World” está disponível nas plataformas de streaming e um superproduzido videoclipe foi disponibilizado no YouTube. Consagrado mundialmente e com mais de trinta anos de estrada, o Angra lança no dia 03 de novembro o décimo álbum da carreira.

A música “Gods of the World” mostra conhecidas facetas do trabalho do grupo, com riffs enérgicos, um trabalho contundente da cozinha e melodias marcantes. A composição tem nos vocais de apoio, além de Rafael Bittencourt, a participação de Marcello Pompeu e Karina Menascé.

Assista ao videoclipe:

A direção do cinematográfico videoclipe ficou a cargo do renomado Leo Liberti, que já trabalhou com gigantes como Dee Snider, Europe, Megadeth e o próprio Angra, nos últimos clipes de “Ride Into the Storm” e “Tide of Changes”, além de “Black Widow’s Web”, do disco anterior. Com uma linguagem forte e clara, a narrativa do curta traz dados sobre guerras e conflitos, que acabam por serem causados pelos senhores do mundo, os poderosos que dominam a economia, a religião e a sociedade como um todo, sobrepujando o bem social em favor de seus próprios e traiçoeiros propósitos.

Em meio às imagens da banda, há cenas que mostram o jogo maquiavélico dos poderosos, aqueles que botam as cartas na mesa e nos controlam, como marionetes, e dados chocantes sobre a destruição resultante dessas artimanhas. Infelizmente, muitos desses dados não refletem apenas o passado, mas também tragédias que estão acontecendo nesse exato momento mundo afora.

“Esta música e o videoclipe trazem uma reflexão sobre quem realmente adoramos, como líderes e que, inconscientemente, cultuamos por meio de nossos atos. As pessoas podem acreditar que adoram a Deus, e seguem valores específicos, mas na realidade, elas têm outras prioridades como trabalho, posição social, comida, mídias sociais, prazer, etc. A alienação dá espaço ao aumento da injustiça. A maioria de nós acredita que estamos fazendo a nossa parte, mas estamos apenas negando o fato de que ficamos sentados preguiçosamente esperando pela mudança”, explica o guitarrista e compositor da faixa, Rafael Bittencourt.

O músico segue acerca da ligação do tema com a nossa realidade: “Nossos valores mais elevados desempenham um papel muito pequeno na maneira como nos comportamos. A maioria de nós, na sociedade contemporânea, é viciada em estar conectada à internet e às redes sociais; é uma doença que se tornou normal. A vida real está se tornando cada vez mais distante da nossa realidade. Tudo começa com o fato de que a maior parte do nosso trabalho e sobrevivência depende disso, e termina com a sensação de vazio e ansiedade quando nossos telefones estão desligados. Isso nos torna muito passivos à influência de todos os tipos de verdades que são bombardeadas simultaneamente através do que seguimos. Embora nossos cérebros estejam entorpecidos e receptivos, somos comandados por referências externas e contraditórias. Os deuses que governam o mundo hoje em dia são o caos dentro de nossos próprios hábitos, e ficamos confusos em busca de experiências vãs para preencher nossas almas solitárias e vazias”, conclui.

Ouça “Gods of the World” nas plataformas de streaming:

O álbum Cycles of Pain será lançado no Japão dia 01 de novembro, pela JVC, e dia 03 de novembro no resto do mundo pela Atomic Fire Records. No Brasil, o disco, em diversos formatos, incluindo CD e vinil, está na pré-venda pela Nerdstore.

A turnê de divulgação do álbum, já conta com diversas datas pelo Brasil entre outubro e dezembro. Em janeiro, o Angra retorna ao consagrado 70000 Tons of Metal, que parte dos Estados Unidos e é o maior cruzeiro do mundo dedicado exclusivamente ao Heavy Metal, e que reúne os principais nomes do estilo todos os anos. Em São Paulo, o grupo apresenta o novo disco em um show no dia 03 de novembro, no Tokio Marine Hall.

Cycles of Pain

Com temas inspirados em dores pessoais vividas pelos integrantes, Cycles of Pain foi gravado nos estúdios Sonastério, em Belo Horizonte, e no Elephant Office, na região de Florianópolis. Marcando uma nova era na carreira do grupo, o registro conta com diversas participações especiais, incluindo a cantora Amanda Somerville e a pianista Juliana D’Agostini em “Tears of Blood”, a lenda da MPB, Lenine, em “Vida Seca” e Vanessa Moreno em “Tide Of Changes – Part II” e “Here In The Now”.

O disco foi produzido, mixado e masterizado por Dennis Ward, que  trabalhou em álbuns clássicos do Angra como Rebirth e Temple of Shadows. A capa foi inspirada em experiências com a Inteligência Artificial e posteriormente finalizada por Eric Pasqua, enquanto Jonathan Canuto cuidou do layout.

Vivendo um momento inspirado da carreira, o Angra atualmente é formado pelos guitarristas Rafael Bittencourt e Marcelo Barbosa, o baixista Felipe Andreoli, o vocalista Fabio Lione e o baterista Bruno Valverde.

Siga a banda em @angraofficial e o management @toplinkmusic.

Angra
www.angra.net
www.instagram.com/angraofficial

Top Link Music
www.toplinkmusic.com
www.instagram.com/toplinkmusic

Fonte: Press Angra – Assessoria de Imprensa

By Biano

Agente secreto URSAL a serviço no Brasil , curtidor de Músicas Subversivas e um tanto extremas, degustador de cerveja !

Deixe uma resposta