Crédito: Gabriel Barreto

Primeiro single da nova fase da cantora e compositora sergipana também sai em um colorido videoclipe

O novo single da cantora Sandyalê traz uma provocação: o que você faz enquanto espera o seu esquema ligar? Com uma eletrizante mistura de ritmos dançantes brasileiros com o pop e elementos eletrônicos, ‘Espera’ é irônica e, ao mesmo tempo, é fossa, para falar sobre uma paixão impossível.

Ouça ‘Espera’ aqui, disponível via selo Toca Discos nas principais plataformas de streaming, e distribuição da Altafonte: https://links.altafonte.com/sandyale_espera

Tem ‘Espera’ em videoclipe:

‘Espera’, conta a cantora e compositora de Aracaju (Sergipe), é uma música que escreveu ainda quando morava em São Paulo. Fala sobre uma paixão impossível no atual momento em que a personagem se encontra, e ela vai descrevendo como se sente, com relação a essa situação, no decorrer da música. Paixão avassaladora que não é recíproca em termos de intensidade.

Na trama da música, a personagem vai tentando conquistar ainda mais a outra pessoa, se declarando, enquanto pede para esperá-la. “Não é fácil esperar, né? Acho que ninguém gosta, seja qual for a espera. No clipe a gente brinca um pouco com coisas para fazer enquanto se espera, ou coisas para não fazer”, se diverte Sandyalê.

O single tem influências da música brasileira, como o brega e o arrocha, se misturando com o pop e o eletrônico. “A sonoridade pensei em ser uma música feita pro corpo e posso dizer sim que é um novo momento, por isso deixamos para lançar ela por último dos cinco lançamentos que fizemos pelo Selo Toca Discos, pois ela se aproxima mais da sonoridade que será meu próximo álbum”, ela conta, com spoilers.

Espera, o videoclipe

Na cadência da música, o clipe de Espera é direto, como revela Sandyalê. É uma produção estilo cru, uma ‘volta ao básico’, que reflete a nova fase da cantora.

“Quis fazer um clipe simples mostrando bem o meu rosto, meu corpo e quem eu sou. Sinto falta disso nos meus trabalhos anteriores, sempre com muita produção, muita make, figurinos fantásticos, mas muita gente não sabe quem eu sou por estar sempre ‘montada'”.

Ficha técnica de ‘Espera’

Projeto gráfico @gabbrrtt
Make @pretaafromake
Look @avia_____
Distribuição @altafontebrasil
Selo @selotocadiscos

Videoclipe

Direção criativa, edição e finalização: Gabriel Barretto
Direção de cena e Fotografia: Gladson Galego
Efeitos visuais: Sarah Ahab
Make: Preta Afro Make
Figurino: Ediê Reis / Avia
Apoio: Brasil Filmes

Sobre Sandyalê

É cantora e compositora de Aracaju (Sergipe). Em outubro de 2019 lançou seu segundo disco, “Árvore Estranha”, o álbum foi produzido por Dudu Prudente e apresenta uma atmosfera new wave, baseada em baterias eletrônicas, sintetizadores e samplers.

Sob forte influência de Fiona Apple, Kraftwerk e das francesas Fishbach e Charlotte Gainsbourg, “Árvore Estranha” fala de solidão e saudade, ao mesmo tempo que aborda o empoderamento e o amor, sobretudo o amor-próprio.

Em 2014, aos 23 anos, Sandyalê lançou seu primeiro álbum, “Um no Enxame”, em que explora timbres orgânicos do reggae, da música regional e da MPB aliados ao trip-hop.

O segundo disco é o moderno Árvore Estranha, de 2019. “É uma metáfora, uma analogia entre as árvores que nascem no solo árido, no sertão, e as que nascem no solo fértil, na capital”, como disse Sandyalê em entrevista ao site Mulher na Música.

Em 2021 foi lançado o EP Desapego, com três canções que também saíram em videoclipes conceituais (a Trilogia do Desapego, dirigida por Raymundo Calumby).

Já em 2022, Sandyalê revisitou a discografia em versões lo-fi ao vivo. É o álbum Sandyalê Hi-LOFI, que traz 15 versões minimalistas de músicas dos dois discos e do EP Desapego, registradas ao vivo em Aracaju (Sergipe).

Mais informações: instagram.com/sandyale_

Fonte: Tedesco Mídia

By Biano

Agente secreto URSAL a serviço no Brasil , curtidor de Músicas Subversivas e um tanto extremas, degustador de cerveja !

Deixe uma resposta